segunda-feira, 23 de março de 2009

Longos caminhos!

Ontem eu estava discutindo, ou melhor conversando com um amigo ontem, o que resultou em um pensamento...uma relfexão. O que precisamos fazer para encontrar a pessoa certa, o que precisamos fazer para alcançar aquilo que objetivamos. Gustavo tem uma frase que diz, "nada daquilo que valha a pena é fácil." Pois é, a mulher perfeita para cada homem existe, ela não é fácil de ser encontrada, muito menos de ser conquistada, leva-se tempo para que ela realize que vocês realmente podem dar certo, que aquele frio na barriga que ela sente não é agonia, é algo mais. A razão dessa foto...Simples...para dizer que até um bela foto exige esforço, exige dias de acampamento, ou uma visão aguçada ou a sensibilidade de achar a luz certa, o ângulo certo, o momento exato. Pq o monte Fuji? Pela paciência oriental...Sim, nada mas que a paciência nos dá aquilo que mais queremos. A Paciência é a maior arma do romântico, do obstinado, do sábio.
Paciência, aí está o ponto principal, o eixo que pode nos dar tudo ou nos tirar tudo, sim é preciso paciência, mas a apatia também é punida...o excesso de paciência nos torna apáticos, o temor em saltar do precipício, de pular rumo ao desconhecido, de perder o falso controle que possuímos, isso nos faz pensar se devemos realmente tentar fazer aquilo, nos entregar a uma relação. As vezes precisamos acelerar as coisas para que o tempo não morra estagnado e percamos a chance de sermos felizes.
Não ganhamos a felicidade de forma gratuita nós a construimos, se não corrermos atrás da nossa felicidade, doa em quem doer, quem o fará por nós?
Devemos ter paciência para esperar o momento certo e a coragem de nos arriscar quando o mesmo surge e a sabedoria para recohecê-lo!

Um comentário:

cris disse...

gracas a quem tu chegou no monte fuji?