sexta-feira, 8 de abril de 2011

É rir para não chorar!!!

Bom, é bom começar dizendo que um dos melhores teatros daqui era o teatro da UFPE.
Um teatro de bom porte, amplo, com um número razoável de assentos, todos acochoados, a proximidade com o palco muito boa, e até um tempo atrás um bom ar condicionado.

Notem que falei até algum tempo atrás. Fui recentemente dia 03 de abril de 2011, assistir um espetáculo chamado de Terça Insana. um espetáculo de humor, muito bom, muito divertido e muito interessante.
estranhamente o calor estava beirando o insuportável. Pensei que deveria ser eu, exagerado. Sei lá, mas não, ao término do espetáculo uma da atrizes veio ao palco e se desculpou pelo calor, informou que não sabia que o ar-condicionado do teatro estava quebrado ( NEM NÓS), e agradeceu a paciência.

O espetáculo foi bom, mas poderia ser muito melhor, não fosse o calor que nos deixa inquietos e tira nossa atenção.

Fica a pergunta, por que não se utiliza o dinheiro que se ganha com as peças, formaturas e afins que alugam o teatro, ao menos parte do dinheiro, para MANUTENÇÃO do teatro?
Se usam, como é que deixam o ar condicionado quebrar assim?
É um absurdo que um dos melhores teatros da cidade, que já não tem essas coisas todas de teatros, esteja assim. Se já somos pouco visitados por peças e taxadas por matutos e burros, quem dirá após o artista chegar aqui e encontrar isso.


Aqui é Elrond Bruno dizendo: "Até uma boa decisão, se for tomada por motivos errados, pode ser uma má decisão"

Um comentário:

Gustavo Radar disse...

faz-se uma obra, fala-se da mesma e depois a obra definha por falta de manutenção... eh um ciclo vicioso.

assim, o pessoal da instituição num sente calor ñ eh?

pois NÓS sentimos! ¬¬

boa, bruno!!!