terça-feira, 24 de abril de 2012

Bairrismos!

Começamos pelo primeiro bairrismo:


Por que bairrismo? Simples porque ele vai de encontro a TODOS os comentários dos shows, excetuando um, que pelo que eu soube foi até retirado....Uma reportagem fraca, sem expressão e com sentimento até de implicância e despeito.

Todos os que estiveram no show...digo 99% disseram que não houve isso, alguns que ALEGAM ter estado no show disseram que foi verdade!

Estive lá no domingo, editarei mais tarde esse post e colocarei meu ingresso escaneado como prova, o que posso dizer do segundo dia é que tinha gente que era fã mais não sabia o que estava rolando direito, mas garanto que aplaudiu e cantou muito!

Promessa é Dívida e não Dúvida:



Chegamos ao momento onde teve uma fã no domingo que deu um grito tão alto no gramado especial que eu na arquibancada inferior ouvi. Não só eu como o Paul, que disse: "I heard you! 'AHHHH!" kkkkkkkkkk
Foi emocionante, tocante...
o que o repórter queria? todos em pé?

Muitos como eu que estavam na arquibancada estavam sentados mas aplaudindo e cantando!
Isto é apatia? Eu chamo de ordem....O que ele queria? Uma orgia? mulheres com seios desnudos querendo subir ao palco? Acho que ele pensou que era um show do Oasis, afinal eles se inspiraram nos The Beatles, até nos seus cortes de cabelo.

Não meus amigos, me distanciando ao máximo da raiva que estou das duas criaturas ignóbeis que escreveram essas matérias caluniosas, posso dizer que sim, algumas vezes que ele explicava algo em inglês muitas pessoas que não sabem nem para onde vai a língua dispersavam SIM, mas era só os acordes começarem que não importava conhecer ou não a música, a atenção era só dele.
Como eu já devo ter dito e se não disse aqui disse aos meus amigos, ele é um grande músico, instrumentista e vê-lo fazer backing vocal como eu vi em "Concert for George" que tenho em DVD(quem me dera ter assistido ao vivo) é fantástico, eu adoraria ver um show deste porte...Eric Caplton e Paul McCartney juntos!
Mas esse não é o tema o tema é que também não podemos dizer que foi perfeito! Pessoas passaram por empurra-empurra para entrar (lá dentro foi 1000%) portões abertos com muito atraso, faltou maior rigor na revista (talvez pela abertura tardia dos portões), não haviam detectores de metal...bom a organização precisa melhorar, mas são coisas que não tinha como ser perfeito, recife agora que está entrando neste cenário...tivemos quem aqui? Black Eye Peas, Iron Maiden....vejam que não falo da importância do artista...sei que tivemos Amy, mas de multidão que foi feito FORA do Chevrolet Hall...Agora Paul que se não me engano foi o maior.

Só pegaremos prática se fizermos mais shows...Tragam U2, Rolling Stones, Aero Smith, Metalica. Ponham Angra, Shaman, Matanza, e outras bandas do cenário nacional em locais decentes para que possamos ir em peso...Rock possui raízes aqui. Façamos um festival para mostrar para o Rock in Rio o que é um festival de Rock!
Sem bairrismo Pernambuco mostrou que pode comportar esse tipo de evento, está na hora de democratizar a cultura e igualar direitos, também gostamos do que é bom e queremos o que é bom, mais importante podemos pagar o que é bom!


Aqui é Elrond Bruno Sonhando com uma nova era de Shows em Pernambuco!

Um comentário:

Anônimo disse...

Paul fez o Arruda virar um karaokê gigante, Orác! Foi muito bonito. Mais lindo ainda foi o coro que se seguiu esperando a volta do eterno Beatle para o primeiro Bis. O “na na na” tá ecoando no meu juízo até agora!!!

Valeu muito à pena! Tu viu a pizza que ele comeu???

http://www.joaoalberto.com/2012/04/23/paul-vai-virar-nome-de-pizza-no-recife/

eu quero é experimentar essa pizza com pimenta agora! =D

Abraço.