terça-feira, 3 de abril de 2012

Dinheiro, um mal realmente necessário?!

Mais uma vez venho lembrar, não estou aqui para dar soluções, estou aqui para provocar, instigar a reflexão naqueles que lêem este blog.
As perguntas que farei é deverás interessante na minha opinião, Você sabe o que é o dinheiro? Você viveria sem dinheiro?
Pois é amigos, mexemos tanto com ele que nem imaginamos o que é o dinheiro. Como é que eu faço para fazer dinheiro? É só imprimir e pronto? Não meus amigos a uma série de regras....o dinheiro representa o quanto de riqueza o país tem, ou seja é o mesmo que dizermos, tenho 50 bilhões em ouro, pedras preciosas. Logo posso imprimir até 50 bilhões de Reais. Veja que estou falando como Estado. O nome dado a essas riquezas por assim dizer materiais é Lastro. É baseado nesse lastro que podemos imprimir mais ou menos dinheiro. Hoje o lastro também é feito com moeda estrangeira. Isso muitas vezes faz os países terem problemas, pois basta uma desvalorização da moeda que a crise aparece.

Por que essa curtíssima explicação do que é o dinheiro hoje? Simples para levar a segunda pergunta: você viveria sem dinheiro?
Antes de ler esse post eu procurei pela internet uma matéria sobre um Físico Norte-Americano que defende a não existência do dinheiro. Não encontrei, em compensação encontrei alguns comentários interessantes e eles diziam que o mal do mundo não era o dinheiro. Sabe o mais engraçado, esses comentários diziam que o mal é a cobiça e a ganância, que não havia escapatória, se não fosse o dinheiro a humanidade iria arrumar outra coisa para cobiçar.
DISCORDO, acho isso um pensamento simplista, negativista, para não dizer que foi concebido por uma ameba. Não que o mal não seja a cobiça, mas esse conformismo do não haver solução. Se não tem jeito se mate e pronto. Não creio nisso. Também não vejo a existência do dinheiro como algo bom.
De acordo com uma teoria já existente a falha de todos os Modelos Econômicos existentes, Capitalismo, Comunismo, Socialismo. Pecam por um elemento, o dinheiro.
Você vai me dizer que estou doido, que o dinheiro é importante demais, que não dá para viver sem ele. Se o dinheiro é imprescindível como se diz, então me diga, se eu trancá-lo num cofre com suprimento de água constante, e material para higiene e junto com você apenas US$50 bilhões em notas pequenas. Lá você terá tudo o que precisa para sobreviver, menos comida. Cama, Banho, Necessidades Fisiológicas, só não comida, mas você será Bilionário, durante apenas 3 meses. E agora te ofereço as mesmas condições anteriores, só que ao invés do dinheiro eu te ofereço 3 refeições e 2 lanches por dia, o que você acha que é mais imprescindível?
Extremista....ok...então vou provar que os males da sociedade moderna não é apenas a cobiça, é o dinheiro. Quer ver? Por que você estuda, se especializa e se gabarita? Para trabalhar e ter um bom emprego. Para que ter um bom emprego? Para ganhar dinheiro. Quantas pessoas fazem aquilo de que gostam? Quantas pessoas trabalham naquilo que tem vocação para fazer? Por que? Porque precisam ganhar dinheiro para sobreviver.
Sim o que quero provar com isso? Quantos excelentes Físicos se perdem entre empregos aleatórios pois não tiveram condições de estudar para ser o que queriam, afinal precisavam de dinheiro.
Quantos químicos espalhados pelo mundo não tiveram como se tornar o que queriam, pois não havia tecnologia no seu país, porque a tecnologia é guardada para elite pois ela gera dinheiro.
Quantos morrem por não ter o remédio que já existe, mas as industrias não liberam suas fórmulas, pois elas valem dinheiro.
E se eliminarmos esse fator da equação?
E se a partir de agora começarmos a entender que não somos Brasileiros, Americanos, Europeus, Asiáticos, PELO AMOR DE DEUS, somo HUMANOS. Pretos, Amarelos, Rosas, Cinzas, Pardos, Azuis com Bolas Amarelas, nada disso importa, o que importa é que somos humanos e estamos nos matando por sermos intolerantes.
Existem tecnologias para fazer alimentos em grande escala e acabar com a fome do mundo. Por que não fazer? Porque se fizermos isso os preços dos alimentos caem as empresas tem que pagar os equipamentos.
Temos medicamentos que poderiam diminuir os males do mundo, temos equipamentos médicos que poderiam ser úteis em vários lugares do mundo, profissionais. Temos tecnologias que nem sabemos que temos, mas se soubermos perdem o valor econômico.
Entendo onde quero chegar? Chegamos ao ponto onde o bem material se sobrepujou a vida humana. Enquanto o bem mais valioso for literalmente os bens, não haverá futuro para humanidade.
Vivemos numa sociedade de ponta cabeça, não sei de que forma fazer, não sei de que maneira isso terá que ser implantado, mas o dinheiro deve deixar de existir.
E como viveremos, como os Maias viviam. Distribuindo alimentos igualmente para todos. Onde viveremos? Serão criadas as cidades. Mas agora não será um trabalho para que EU fique rico, e sim trabalharemos para todos tenhamos uma boa qualidade de vida. Faremos aquilo que nascemos, não haverá razão para nos preocupar em ganhar dinheiro para sobreviver. Trabalharemos mais obstinados por fazer o que amamos. Teremos uma educação voltada não mais para o consumismo ou para a intolerância ou racismo. Seremos seres unindo nossos esforços para termos um planeta melhor para todos.
Assim como os Judeus, antes de sermos qualquer coisa lembremos que somos humanos. Humano Sul americano.
Se não conseguirmos evoluir nesse próximo passo, não haverá muito futuro para nós. Atrás do dinheiro pessoas estão trucidando o planeta. O dinheiro trás consigo a sensação de posse. Algo perigoso.

Aqui é Elrond Bruno dizendo, isso é só uma ponta do iceberg, poderia escrever o equivalente a um livro e não seria suficiente.


Um comentário:

Anônimo disse...

DISCORDO... mas antes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... ameba? é assim que vc xinga a pessoa que pensa diferente de vc? kkkkkkkkkkkkkkkkkk vou pensar duas vezes agora antes de escrever esse comentário. (brincadeira)
Calma ai, não acho tão equivocado esse pensamento de que o problema é a cobiça e a ganância e não o dinheiro. Caro Oráculo, não dá pra ser tão utópico assim. Se o mundo explodisse e surgisse uma nova sociedade, aí sim poderiamos pensar em viver sem o dinheiro. Mas hoje, pensar em alguma possibilidade que vá extinguir o dinheiro é super hiper mega power impossível! Não existe e nem vai existir uma sociedade sem dinheiro! Se você parar pra refletir, até no escambo antigamente, onde se trocavam materiais por outros e não existia a figura do dinheiro, ainda sim os alimentos eram valorados. Não acredito que estou sendo pessimista Bruno. Acho que dentro dessa nossa realidade, devemos entender que o dinheiro não é e nunca vai ser mais importante do que o ser humano. Acho sim que o problema tá na cobiça pelo poder. Você já leu o livro "Revolução dos bichos" de George Orwell? A obra fala da história de um grupo de animais que realizam uma revolução na fazenda onde vivem e tomam o poder transformando seu grupo numa sociedade igualitária. Mas os porcos, os animais mais inteligentes, tomam o poder e reiniciam os tempos de exploração.
O livro foi escrito no contexto da revolução russa de 1917. Existe o Lênin que esta na figura do porco Major, o Trotsky representado pelo porco Bola de Neve e o famoso e tirano Stalin, idealizado pelo porco Napoleão. Inicialmente, existe uma sociedade capitalista: os que produzem (os animais) possuem menos do que aqueles que não produzem (os humanos). O Porco Major tem um sonho sobre uma sociedade sem diferenças e sofrimentos. Ele morre, mas alguns porcos realizam o tal sonho e criam uma nova ideologia (Animalismo) semelhante ao Socialismo.Eles tiram o Fazendeiro do poder e começam acomandar a fazenda. Só que o porco Major, objetivando mais poder, expulsa Bola de Neve e insere um Totalitarismo na fazenda. Ou seja, dá poder a certa pessoa e verás quem ela realmente é. É claro que George Orwell era radical demais e não acreditava que poderia haver mudanças para melhor, que todo mundo era ruim (ele era anarquista). Mas o que eu quero dizer com isso tudo é que: podemos conviver com o dinheiro sim, mas temos que estar seguros de que há valores mais importantes no convívio em sociedade do que o dinheiro, para NUNCA permitir que o bem material se sobrepuja a vida humana!!!

Aqui é Amebônimos dizendo: eu acho assim!!! =D