quarta-feira, 19 de junho de 2013

Revoltas Eclodindo em Todo País através de Caminhadas e Balbúrdias!

Olá caros leitores,

Hoje dia 19/06/2013 os jornais mostraram a continuação do movimento.
Dia 18/06/2013 os principais jornais da cidade trouxeram estampados a Manchete que falava das passeatas contra corrupção realizadas segunda dia 17/06/2013. Caminhada que ocorreu em 11 capitais do País.
Interessante falar sobre esse tema é que houveram as caminhadas, porém sem que qualquer partido político pudesse requerer a autoria, aqueles que tentaram tiveram as bandeiras rasgadas.
As perguntas básicas que se levantam é: Pelo que eles estão brigando? Por que ideologia? Qual a finalidade? Qual o fim do movimento?
Um movimento em teoria acéfalo, sem uma cabeça principal, um movimento difuso com a finalidade de acabar com a corrupção.
A pergunta que se faz é qual o objetivo? Qual a finalidade? Para que essa passeata? As pessoas que estavam nas ruas sabiam para que estavam lá?
O que eles queriam? Qual a intenção daquela luta? Contra corrupção... ÓTIMO, mas no Rio Queimaram coisas, quebraram vidros e tudo mais, vandalizaram órgãos públicos. O que resta a pergunta, para que esses que fizeram isso estavam ali?
Mais uma vez, queria ir contra corrupção, ok, como? Querem que os que estão no poder saiam? O que eles esperam? O que eles desejam? Transporte Público de qualidade, Saúde e Educação?
Primeiro, é preciso PARAR de QUEBRAR o aparelhamento público, sabemos reclamar mas não sabemos ver que somos culpados. Quando rabiscam, furam, quebram, arrancam estofados e bancos de ônibus, fazemos com que usem bancos mais desconfortáveis. Quando quebramos algo em hospitais ou desperdiçamos, ou vamos mesmo sabendo que é algo simples. Estamos piorando o serviço.
Tenho visto pessoas indo em cerca de 5 médicos diferentes, estando com uma gripe, porque não gostaram do que o médico disse antes. Dessa forma, não tem como funcionar, as pessoas agora procuram médico para ouvir o que querem e não o que é.
Não digo que os Governos não tem culpa, mas temos nossa culpa, votamos neles e por anos não nos preocupamos em pedir prestação de contas... 
Resultado, desleixo. Sou a favor de pressionarmos, mas temos que dizer o que queremos, um movimento tão oblíquo é quase engraçado. O pior é o número de pessoas que se juntaram por uma causa que nem ao menos saberiam definir, lutando por coisas que eles não sabem o por quê! 
Confesso que me dá vontade de rir da caminhada não pelo que ela deseja alcançar, mas pela sua falta de rumo. As coisas estão de tal forma que simplesmente saíram do controle, em São Paulo tentaram invadir prefeituras, queimaram carros, saquearam lojas... O medo que me dá é que ontem ouvi um desembargador do TRE praticamente fazer apologia a ditadura, sou a favor de protesto, mas clima de revolta, isso é ridículo, tantos anos sem tomar atitude e quando decidem tomar é para ser de vez?
Agora temos que trabalhar para impedir mais desmandos... Feliciano aprova uma Lei que vai de encontro ao tratado de Direitos Humanos que o Brasil assinou na ONU, só falta Dilma sancionar.
Enquanto alienados vão as ruas movidos por cabeças pensantes que desejam criar cortina de fumaça para tirar a atenção do Brasil, no congresso os desmandos passam em branco e ninguém percebe pois está na rua protestando por ninguém sabe direito o que...
Fazer movimentos sem objetivo claro e sem finalidade definida é BURRICE.
Não se faz nenhuma revolução sem uma filosofia e estratégia por trás. Atacar ao ermo é o mesmo que se atacar. Perde-se força e credibilidade. Não estou dizendo que deve-se ter um partido político, mas que os brasileiros dessa caminhada devem saber pelo que lutam, para que lutam e o que querem com essa luta. Todo esse movimento no fim é para o que? Qual seu sentido? Qual sua função? O que é que eles desejam com isso? Qual a efetividade do mesmo?
Não sei o que eles pretendem conseguir com isso, não que eu não queira saber, mas não ficou CLARO qual a intenção do movimento.

Aqui é Elrond Bruno impressionado como tantas pessoas se juntaram a algo tão difuso e como os brasileiros não sabem se organizar para ter um movimento com efetividade.

Nenhum comentário: